terça-feira, 28 de agosto de 2012

Definição de RCM - Reliability Centered Maintenance (RCM) ou em português, Manutenção Centrada em Confiabilidade (MCC)

          RCM - Reliability Centered Maintenance (RCM) ou em português, Manutenção Centrada em Confiabilidade (MCC), definições:

Na busca das definições de MCC que melhor se adequem à realidade de cada empresa, podem ser aplicados diversos conceitos, como, por exemplo, o de Moubray (1997), afirmando que a Manutenção Centrada em Confiabilidade (MCC) recebe esta denominação porque reconhece que a Função pode – e deve – recuperar a capacidade interna ou a confiabilidade inerente de qualquer item sendo, assim, um processo usado para determinar o que precisa ser feito para assegurar que qualquer item físico continue a cumprir as funções desejadas, no seu contexto operacional atual. Já Duarte; Fortes (2009) definem a Manutenção Centrada em Confiabilidade como uma metodologia de gestão de ativos físicos utilizada na determinação de tarefas de manutenção capazes de assegurar que um sistema ou processo atenda à necessidade de seus usuários, dentro do seu contexto operacional atual, com o desempenho esperado.
Por sua vez, as Normas SAE JA1011 / JA1012 definem a MCC como um processo específico utilizado para identificar as políticas e estratégias que devem ser implementadas para controlar as causas e modos das falhas funcionais de qualquer ativo físico num determinado contexto operacional.

Para mim uma boa definição, se utilizando do que foi exposto, seria:
- RCM/MCC trata-se de um processo utilizado para a determinação do tipo de metodologia de manutenção mais efetivo para o tratamento de falhas potenciais. O processo de desenvolvimento do RCM/MCC envolve a identificação de ações que, quando executadas, irão reduzir a probabilidade de falhas em um equipamento, bem como seus custos de manutenção. Busca a melhor combinação entre ações baseadas em condições (Condition-Based Actions), ações baseadas em intervalos de tempo ou em ciclos (Time-Based Actions ou Cycle-Based Actions), ou simplesmente ações corretivas (Run-to-Failure approach). Estas estratégias de manutenção devem ser aplicadas de forma integrada, afim de que seja possível a otimização da eficiência e dos custos de manutenção do sistema avaliado.
  
No decorrer desta semana trataremos outros pontos sobre o tema, este foi apenas o primeiro post "Definição", as maneiras de aplicação, metodologia e muito mais ainda estão por vir!

Concorda com a minha definição sobre RCM/MCC? Comente, compartilhe! 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:
SANTOS, Thiago Alan Dutra dos. Aplicação da Manutenção Centrada em Confiabilidade em Aciaria de Usina Siderúrgica. Trabalho de Conclusão de Curso (MBA Especialização em Engenharia de Manutenção) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2011.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...